McLaren P1 LM é o novo recordista de Nurburgring



Durou pouco o recorde batido pelo Nio EP9, o supercarro elétrico chinês, que causou furor ao completar o inferno verde em 6.45.00.

Para ser preciso, apenas 2 semanas.

Na sexta-feira (26/05/2017), uma unidade da McLaren P1 LM preparada pela Lanzante, uma oficina especializada em McLarens, fechou a volta em Nurburgring com o tempo de 6.43.2, cerca de 2,7 segundos mais rápido que o bólido chinês.

A preparadora britânica desenvolveu um programa de conversão do McLaren P1 GTR, a versão de pista do P1, que adicionou os elementos necessários para que o carro seja legalizado para as ruas. Apesar disso a empresa, sediada em Petersfield, no sul da Inglaterra, ainda conseguiu reduzir o peso do carro em 50 kg. Para alcançar essa proeza o sistema de "air jack" (que suspende o carro nos pit stops) foi retirado e outros componentes substituídos por versões mais leves: bancos, janelas (trocadas por um composto chamado Lexan) e até os parafusos, que ganharam versões de titânio.

Foram instalados ainda uma nova asa traseira e um splitter redesenhado na dianteira.

O motor é uma versão radical do V8 3.8 biturbo da McLaren que produz 821 cv ao invés dos 727 cv do modelo convencional, acoplado a um motor elétrico que gera 179 cv, totalizando 1.000 cv. Toda essa cavalaria é transmitida para as rodas calçadas com pneus Pirelli Trofeo R com composto desenvolvido exclusivamente para o modelo.

 

© 2017 Guia de Automóveis