Porsche 918 Spyder Concept


Primeiro superesportivo híbrido de Stuttgart


Apresentado no dia 1º de Março, no salão de Genebra de 2010, o Porsche 918 Spyder é um superesportivo híbrido (gasolina e eletricidade) ultra-eficiente, com baixas emissões de poluentes.

Inspirado no lendário Porsche 917, o 918 combina recursos de alta tecnologia para oferecer o incrível consumo de 33 quilômetros por litro de combustível.

É isso mesmo! 33 km/l. Uma marca difícil de ser alcançada até por carros considerados econômicos.

O segredo para esse consumo tão baixo está no motor. Posicionado no centro do carro, o V8 de 3,4 litros e mais de 500 cv (o mesmo do RS Spyder) fornece a força necessária para levar o esportivo aos 320 km/h de máxima, com aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos.

Caso o motorista não queira pisar tão fundo, entram em ação dois motores elétricos posicionados nos eixos dianteiro e traseiro, que entregam um total de 160 kW (aproximadamente 218 cavalos!) e assumem a tarefa de movimentar o carro em baixas rotações. Essas características visam alcançar um nível de emissões de apenas 70 gramas de CO2 por quilômetro.

O posicionamento do motor convencional em frente ao eixo traseiro, dá ao carro o equilíbrio perfeito, melhorando a performance nas ruas e nas pistas de corrida.

A potência é transmitida às rodas por uma transmissão de sete velocidades chamada de Porsche-Doppelkupplungsgetriebe (hein?), também conhecida como PDK (ah!). O reservatório de energia é um banco de baterias de lítio-íon resfriadas e posicionadas atrás da cabine. A grande vantagem do sistema usado neste Porsche é que a bateria pode ser carregada na rede elétrica comum, o que amplia as possibilidades de abastecimento. Um outro ponto é que a energia cinética gerada pelo acionamento dos freios é reaproveitada após convertida em energia elétrica.

Um botão no volante permite ao condutor, escolher entre quatro diferentes modos de funcionamento: - O modo E-Drive indica à central eletrônica, a opção de usar apenas a eletricidade para movimentar o carro. A autonomia fica em torno de 25 km ou 16 milhas. - No modo híbrido, o 918 Spyder usa os motores elétricos e o motor de combustão em função de condições de condução e necessidades, oferecendo o melhor equilíbrio entre potência e economia. - O modo Sport utiliza os dois sistemas, mas com o foco no desempenho. A maior parte da potência vai para as rodas traseiras. - No modo Corrida todos os sistemas do carro estão focados em performance pura com os mais elevados padrões de dinâmica de condução em pista. Esse modo conta ainda com um recurso muito interessante: caso o conjunto de baterias tenha carga suficiente, pode-se acionar um botão que envia energia adicional aos motores elétricos. Chamado de E-Boost, o sistema aumenta temporariamente a potência dos motores, facilitando ultrapassagens ou melhorando ainda mais o desempenho do conjunto. Com o sistema de acionamento híbrido oferecendo esta grande variedade de modos de condução, o 918 Spyder é capaz de atingir tempos de volta comparáveis aos de um carro de corrida, ou a economia de um compacto urbano. A estrutura modular da carroceria, feita de fibra de carbono reforçada com plástico (PCP), magnésio e alumínio não só ajuda a reduzir o peso para menos de 1.490 kg, como garante uma incrível rigidez torcional. O interior High-tech alia funcionalidade e ergonomia eficiente. São três mostradores circulares posicionados no painel, à frente do motorista, que lembram um carro de corrida da década de 60. O da esquerda mostra a velocidade, o da direita a gestão de energia, e o do centro, tradição da marca, mostra as rotações do motor. Como principal atrativo, o 918 conta com um sistema excepcional de navegação e controle dos sistemas do carro. Uma tela touch-screen no centro do painel minimiza a quantidade de botões visíveis, ao mesmo tempo que permite total controle sobre todas as funções do veículo. O sistema usa navegação GPS para informar ao motorista a autonomia de acordo com o modo de condução escolhido. Assim o motorista visualiza no mapa da região, os pontos onde ele pode chegar com aquela quantidade de energia e naquele modo de condução. Para completar, é possivel saber, ainda, onde se situam todos os postos de abastecimento existentes no caminho a ser percorrido, possibilitando ao motorista avaliar como e quando é mais conveniente parar para abastecer. Oferecendo uma combinação única de consumo de combustível extremamente baixo, excelente desempenho e autonomia elétrica, o Porsche 918 Spyder representa um marco essencial na estratégia da Porsche para sobresair-se num mundo cada vez mais dependente de soluções ecológicas.

Ficha técnica

Motor: Porsche
Cilindrada: 4593 cm³ | 275.58 cu
Cilindros: 8 cilindros em V
Potência: 607 cv | 598.46 hp a 8500 rpm
Torque: 130.5 m.kgf
Alimentação: aspirado
Posição: longitudinal central traseiro

Motores elétricos: 2
Potência: 280 cv
Velocidade máxima: 150 km/h
Autonomia: 25 km

Câmbio: automático de 7 velocidades
Tração: traseira

Potência total: 887 cv
Velocidade máxima: 345 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h: 2.8 segundos
Consumo cidade: 30.3 km/l
Consumo estrada: 33.3 km/l
Consumo combinado: 31.8 km/l

Tanque de combustível: 70 litros
Porta malas: 110 litros

© 2017 Guia de Automóveis